quinta-feira, março 08, 2007

Mensagem do Brasil
Lembram-se da Fernanda Brásio e da madrinha?
Lembram-se? Só por este reencontro que proporcionámos, já valeu a pena existir este blog.
Entretanto, um sobrinho desta senhora escreveu-nos do Brasil a contar como ficou emocionado por ter reencontrado aqui a sua tia. Pode ler-se abaixo da foto.
Entretanto, descendo no blog até 29 de Março de 2006, pode reler a história do reencontro de Fernanda Brásio com a sua madrinha.
Escreva-nos mais vezes, Dulcídio! Conte-nos coisas dos seus tempos do Lumege!
Brevemente publicaremos mais fotos dedicadas a si.
.

.
"Que saudade.
Gostei demais ver a minha tia com sua afilhada. Eu sou neto do velho Santos Pais do Lumege.
Sou natural do Lumege estudei lá a primária depois fui para o Luso para o colégio de S. Bento. Fiz o serviço militar na FAP em Saurimo e depois no Luso.
Vão colocando fotos do Lumege pois eu não tenho nenhuma, pois ficaram na minha casa que foi tomada. (Não vou culpar ninguém).
Estou actualmente no Brasil. Mas meu coração nunca saíu de Angola.
Um abraço para todos".


Dulcídio Ribeiro

5 comentários:

Paulo Sempre disse...

Blogue interessante!!

MAH-TRETAS disse...

Para animar este canto, gostaria de relembrar que a tia era a mulher do Sr Correia .
Quem era o sr Correia?
O sr Correia era o Sr que tinha o Super mercado a poucos metros da casa do administrador, que abastecia o deposito de alimentos com produtos frescos e outros .
Para que conste o Sr Correia era uma visita da companhia 2544 e por vezes bebia uns copos com a malta.

Anónimo disse...

"Senhor Costa à beira dos 100 anos!"

Fantástico e é meu Avô!

Chamo-me João Manuel Costa Garcia, tenho 45 anos, sou neto do Sr. Costa, e vivi no Lumege até aos 11 anos. Afortunadamente, tenho memórias vivas daquela bonita terra. Possivelmente lembrar-se-ão de João António Garcia e Graciete Costa (meus pais). Tinham um comércio junto ao campo de futebol, próximo da linha do caminho-de-ferro. Ao navegar neste Blog tive oportunidade de recordar caras amigas há muito tempo longe do nosso convívio, outras infelizmente já desaparecidas. Com tristeza minha, não me recordo de alguns militares que compunham essa companhia, com excepção do sargento José da Conceição Rodrigues e do Capitão Tengarrinhas, possivelmente por terem filhos que fizeram parte das amizades de infância. Tive conhecimento do vosso blog, à semelhança da minha prima Rute Correia, através de Josão Rodrigues, filho do sargento José da Conceição Rodrigues, que pela informação de que disponho, vos foi substituir no Lumege. Hoje vivo em Alverca com a minha esposa e filho e os meus pais e irmãos em Montes da Senhora, Concelho de Proença-a-Nova. Infelizmente não tenho muitas fotografias, ao contrario da minha prima, pois por ironia do destino não nos foi possível trazê-las, já que viemos para Portugal numa altura bastante conturbada (Agosto/75). Com certeza farei pesquisas e se algo me chegar às mãos, acreditem que vos farei chegar. Deixo também o meu endereço e-mail (jmcgarcia@netcabo.pt) para que alguém que consulte este blog e se lembre de nós, me possa contactar...
Aproveito para vos dar os parabéns por esta excelente iniciativa.

Um grande abraço,

João Costa Garcia

cido disse...

Conheço muito bem o teu avô. Eu sou também do Lumeje. Sou neto do velho Santos Pais e estudei com teu primo Osvaldo no Internato Do Luso.
Sou o Cido. Tu não te deves lembrar de mim pois eras muito pequeno, mas conheço teu pai, tua mãe, tua avÓ^, avô, Filumena, Lita, tuas tias ,Julita, Belita Etc. Beijos para elas todas.
Cido

Xando disse...

Olá Cido fico contente em ouvir falar das minhas raízes da minha família e principalmente dos meus pais
Eu sou o filho casula do Sr Correia e da Dona Lurdes
As minhas raízes estão em Angola e saber de pessoas que conheceram a minha família e fabulosa
Vai um abraço grande para todos em especial para o meu Primo favorito o Cido grande homem tanto em tamanho como de coração
Alexandre Correia
alexandrecorreia.home@gmail.com