terça-feira, agosto 04, 2009

Domingo passado, no Lumege
Feiticeiro assassinado

Um cidadão de nome José Muquimba, de 64 anos de idade, foi espancado até à morte no passado domingo, nos arredores da vila de Lumege, acusado de feitiçaria.

A notícia, divulgada ontem pela Angop - Agência Angola Press, adianta que a vítima foi espancada por dois jovens de 21 e 34 anos de idade, seus familiares, que já estão a responder judicialmente.

Actos do género são frequentes entre a população, por acreditar em feitiço, explicou o chefe de Secção de Investigação Criminal do município da Cameia, Sub-inspector Manasses Capalo.

O oficial da Polícia Nacional explicou que, para esse tipo de casos, os órgãos de justiça são implacáveis.


Comentário acrescentado em tempo:
Já no nosso tempo de permanência por essas terras, se verificavam alguns azedumes relativamente aos métodos usados por feiticeiros ou feiticeiras. Como exemplo e para facilitar o trabalho de parto, as feiticeiras deitavam, no chão, a parturiente de barriga para cima e, para ajudar (?!) pisavam-lhe o ventre!!! Claro está que não eram espancadas até à morte, mas que levavam "duas" lambadas...

Diamantino.

1 comentário:

Diamantino disse...

Já no nosso tempo de permanência por essas terras, se verificavam alguns azedumes relativamente aos métodos usados por feiticeiros ou feiticeiras. Como exemplo e para facilitar o trabalho de parto, as feiticeiras deitavam, no chão, a parturiente de barriga para cima e, para ajudar (?!) pisavam-lhe o ventre !!!! Claro está que não eram espancadas até à morte, mas que levavam "duas" lambadas ...